Playa Organos e Isla Tortuga

Depois de vários dias pelas praias da Peninsula de Nicoya, era hora de partir.

Aconselhados por Minor, o bombeiro que apresentamos num post anterior, procuramos pela Playa Organos.

Esta praia, normalmente dedicada aos locais e fora das rotas turísticas, em época baixa está completamente deserta, ainda mais do que todas as que já falámos anteriormente. Encontramos uma baia de cerca de 4km em que somente existem 3 casas. Uma de um pescador, a outra é um pequena mercearia e a terceira aluga os quartos de banho.

Não há luz eléctrica neste lugar, pelo que a partir das 6 da tarde tudo se faz à luz da vela, pelo que a noite é mesmo para descansar.

Estas pessoas vivem aqui há mais de 50 anos. O terreno nem sequer é delas, mas por uma espécie de direitos adquiridos já não os podem expulsar do seu lugar, mas tão pouco os deixam “modernizar” as suas simples casas de madeira e palma.

Mas, com a falta de tudo o que normalmente consideramos indispensável para viver, esta gente é feliz e tranquila. Não que a sua vida seja fácil, pelo contrário. Dedicam-se à agricultura e à pesca. Então têm de dividir o seu tempo entre preparar a sua horta e ir ao mar, de onde vem a sua subsistência, e ainda aturar os turistas que, de alguma maneira, são uma fonte de ingresso extra. Mas, não anseiam pelo novo Iphone ou pelo carro mais potente. Simplesmente rezam para que a próxima colheita seja boa e para que o  mar os continue a prover.

Aqui pudemos acampar mesmo junto ao mar… a Amália praticamente teve oportunidade de molhar os pés.

À noite, num pequeno passeio, depois de comer um belo peixe agulha frito (cortesia da Sra. Rosário) e uma salada, fomos dar um pequeno passeio pela praia, onde inesperadamente nos encontramos com mais uma tartaruga a continuar o seu ciclo de vida.

No dia seguinte, fomos com o Sr. Fito até à Isla Tortuga, uma ilha de areia branca mesmo em frente à Playa Organos. Esta ilha, apesar de somente ter uma praia é, bastante turísitica e, é normal que cheguem barcos de toda a peninsula com turistas que vêm passar o dia e snorkelear. Chegamos cedo e por algum tempo a praia foi só para nós. Mais tarde chegou um barco com alguns turistas, mas o sossego maneteve-se… luxos da época baixa.

O caminho de regresso reservou-nos uma supresa. Ancoramos junto a umas rochas para snorkelear e aproveitar para sacar umas ostras. Bem, a parte das ostras coube ao Sr. Fito, claro. A nós tocou-nos ver uma imensidade de peixes de todas as cores e tamanhos, espectáculo que culminou com a presença de uma baleia com a sua cria que passaram por nós enorme e lentamente.

Mas nem tudo é perfeito neste mundo e, viajar em época de chuvas tem um grande, enorme, inconveniente: os mosquitos. E, se por todo lado temos sido devorados por estas criaturas, em nenhum lado vimos tantos destes insectos como neste lugar. A pobre da Sol já não têm mais onde ser picada…

Bem, despedi-mo-nos da praia e seguimos rumo à capital.

Anúncios

4 thoughts on “Playa Organos e Isla Tortuga

  1. O qué qué isto irmãooo!!!!!que coisa maravilhosa vai sucendo com vosostros!!!estamos maravilhados com o que temos visto, chegados de lua de mel, e é de ficar encantado com esta viagem!!! beijinhos muito grandes meus e da Carla, vou dedicar o serão a ler com atenção esta linda aventura!!! está demaix, sigué sigué!!! buena fortuna famiglia, e vamos falando! já vi que falaram e tudo para a rádio, é bom sentir como se estivessem aqui ao lado ao ouvir sus vozes!! abrazonnn e beijinhos

    • Primeiro que tudo, PARABÉNS!!!!!!!!!!! Já soubemos que correu muito bem a boda e que tu estavas super nervoso ehehhehe E onde foi essa luna de miel? Porque vens a falar em todos os idiomas e dialectos ao mesmo tempo eheheeh Um grande abraço e vai dando notícias

  2. Olá Sol e João
    Pareço uma criança ….corro todos os dias para o blog…ver se já há mais novidades…..
    Como é enriquecedora toda essa vossa vivência. Ajudam-nos a perceber, com ela, as coisas realmente importantes na Vida!
    Felicidades e continuem a mandar-nos os vossos relatos feitos com tanta sensibilidade!
    Obrigada!
    beijinhos e um forte abraço

    • Olá… Que palavras bonitas, muito obrigado… é para nós saber que gostam das nossas histórias, sobretudo as pessoas de quem gostamos.
      Uma sugestão… no lado direito da página há um lugar que diz “seguir o blog por mail”… se colocar aí o seu mail receberá um aviso sempre que houver um novo post 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s